sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Essa coisa nojenta chamada preconceito! Vamos AMAR!


Há exato um mês atrás, eu fiz um post falando sobre a separação da Suzana Vieira, mas focando a idéia de como é bom ser anônimo.
E ontem o ex-marido morreu, vítima talvez de uma overdose de cocaína. Eu tava lendo a notícia no site do Globo e abaixo uma série de comentários sobre a notícia. Eu acho interessante ver o que as pessoas comentam e fui ler. E como tem MUITA gente preconceituosa, caramba! Eu até parei de ler porque 99,95% ( rs) dos comentários que li eram de pessoas detonando a Suzana Vieira e por tabela a Ana Maria Braga( que fez um comentário prestando solidadariedade à amiga quando da separação) somente pelo fato que ambas serem/foram casadas com homens mais novos. E comentários muito ridículos, chamando-as de velhas assanhadas, que deviam se "meter" com gente da idade delas e por aí afora. Eu parei. Era muito para a minha cabeça.

A proposta do meu blog nem é o que eu vou fazer aqui agora, que é expor ( muito) a minha vida particular. Mas o momento me exige isso. Porque eu também fui vítima desse tipo de preconceito!

Eu fui casada por 5 anos com um cara que é 22 anos mais novo do que eu. E posso afiançar e quem me conhece e nos conheceu juntos também pode, dizer que foi um dos casamentos mais felizes. Foram lindos 5 anos. Acabou, mas foi tudo muito lindo. Mais lindo ainda, porque deu um fruto maravilhoso, o nosso filho Luca( que nasceu quando eu já estava com 44 anos de idade mas depois eu conto isso, se me der na telha.. rs). Então, quem detona as duas e quem me detonava, ao meu ver, só pode ser um bando de invejoso, que não tem capacidade de amar e ser amado verdadeiramente e que, por isso, não entende a situação e a ridiculariza. Ô dificuldade que é isso para cabeças pequenas! Quanto olhar atravessado nós aguentamos, quanta gente que por pura maldade me perguntava se ele era meu filho ou a ele se eu era a sua mãe( e isso eu barriguda, gravidíssima do Luca, comprando o enxoval... )Mas nada disso nos impediu de ser felizes e não foi essa a causa da nossa separação, de jeito algum.

Nós passamos os últimos dois anos meio estremecidos, mas aos poucos estamos recuperando um pouco parte da amizade que ficou quando nos separamos. E ele sempre me repete que foram 5 anos muito felizes, relembra sempre do quanto a gente se entendia, de como tudo foi maravilhoso.

Então, caramba, tratem de abrir suas cabeças! Entendam que amar não pode ser limitado por faixa etária, isso não existe! Amem mais , vivam as suas vidas e deixem que a gente viva as nossas! E TENHO DITO! rs

domingo, 7 de dezembro de 2008

E eu ganhei de novo!



E eu ganhei outro selo! O David, do Vala Comum,num gesto de carinho me incluiu na sua lista dos melhores de 2008. Muito bom isso, de ser acarinhada!

Eu só tenho que agradecer ao Vavá e a Paula que insistiram para que eu tivesse um blog, porque aqui , graças a Deus, tenho encontrado atrás de ótimos textos, pessoas muito legais que muito têm acrescentado à minha vida, com suas experiências, suas vivências,com pedacinhos de suas vidas. E nesse troca-troca a gente vai aprendendendo e crescendo.

Mais uma vez, obrigadíssima David pela indicação do meu blog, cuja proposta é a que vc descreveu, de ser um diarinho, sem muitas pretensões e que mesmo assim foi vc achou merecedor de ganhar e junto com tanta gente boa! Parabéns para todos e um VIVA! prá mim! hehehe

domingo, 30 de novembro de 2008

A educação nossa de cada dia


Eu deixei de tomar uma atitude na sexta passada que está me incomodando muito até agora. Eu já comentei diversas vezes aqui que sou usuária de uma tortura de ônibus( o 20) que é literalmente um microônibus. Só que ele tem diversas categorias de tamanho, sendo alguns um tiquinho maiores e outros um tantão menores, com o agravante de terem as 4 fileiras de banco( duas de cada lado), o que reduz e em muito o espaço entre elas. Eu consegui sentar nesse dia( ueba!), vinha lendo tranquilamente meu livrinho e eis que ouço uma voz esganiçada, uns 10 tons acima do que é considerado educado, ainda mais se formos considerar que eram 07h50 da "madrugada" quando nossos ouvidos ainda estão se acostumando ao burburinho da cidade em movimento. Levantei meus olhos do livro e me deparo com a seguinte cena , de uma senhora, na porta, pagando ao motorista( o pagamento no 20 normalmente é assim, vc paga quando sai, diretamente ao motorista, já que espaço para o "trocador" não existe, muito embora alguns carros o tenham... ), mal conseguindo espaço para ficar de pé e a tal da vozinha "gentil" a gritar com ela :- ô sua lenta, não dá prá sair da minha frente? A senhora educamente responde que está pagando para poder descer. A "simpática" a empurra , entra no 20 na marra , esbarra na coitada e sai gritando "tira a mão de mim" ( como assim? ELA que empurrou!) , que a outra não sabia "assoviar e chupar cana" e foi para a parte de trás do 20( pareceu a cena de Moisés abrindo o Mar Vermelho, porque TODO mundo se espremeu para a dona passar e fez-se o espaço!).

Eu me cocei no meu lugar para intervir e dizer : minha senhora, a boa educação diz que a prioridade é de QUEM SAI. Mas( olha o danado do MAS...) como a fulana era barraqueira e temendo estragar o meu dia com uma discussão que( tapem os ouvidos, isso que vou falar é pura covardia !) nem era a minha, me calei. Mas agora tô aqui, até agora indignada e pensando que figuras assim, vão sempre repetir esse comportamento, porque pessoas como eu, se acovardam e não botam a boca no trombone para colocar esse tipo de gente(?) assim no seu devido lugar.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Altruísmo


- Meu filho, seu pai me contou que a partir desse mês vai morar aqui pertinho e que assim poderá vir te ver com mais frequencia.

- Ele tá mudando prá cá?

- É. Mas é só ele, porque é uma casa da empresa, onde ficam só os funcionários.

- Ô mamãe, coitadinho do meu irmão... Ele vai ficar sem ver o papai agora todos os dias...

-Mas meu filho, você também fica! Seu pai tem ficado meses sem vir te ver!

- É, eu sei, mas eu estou acostumado com isso. Meu irmão não...


Eu tenho o privilégio de conviver com essa criança, que mesmo em situações que poderiam beneficiá-lo, pensa no outro. O Luca tinha 3 anos quando eu me separei. Passados uns 2 anos o pai casou de novo e tem um outro garoto que agora está com 3 anos.E essa minha belezura, me sai com uma dessa...Vai ser altruísta assim lá em casa! rs

sábado, 15 de novembro de 2008

A danada da auto-estima

Eu admiro muito pessoas que saem às ruas de uma forma que ( para o nosso padrão) fere as normas da estética. Para ilustrar o que estou dizendo tenho dois exemplos.O primeiro de uma moça que pega o 20 quase sempre no mesmo horário que eu, moça essa dona de bunda e coxas descomunais ( Mulher Melancia/Jaca/Abóbora, sei lá eu, é fichinha perto dela) e que TODO SANTO DIA está vestida com uma legging justíssima e com blusinhas de malha hiper decotadas que deixam as costas nuas e que consequentemente também deixam bem à mostra seu traseiro e uma tatuagem tribal na linha da cintura( para chamar mais ainda a atenção para o "derrière" dela, como se isso fosse necessário... rs). Um outro exemplo, foi um mocinho que vi um dia desses na rua, muito gordinho, sem pescoço e com um cabelo estranhíssimo, no estilo moicano( mas sem estar raspado do lado), todo prá cima e que não "combinava" em nada com o estilo das roupas( bem basicão) ou com o corpo dele, ou com ele propriamente dito.
E é aí que eu falo que eu admiro. Porque uma pessoa que sai assim de casa, se olhou no espelho, GOSTOU do que viu e foi à luta! Vocês podem até contra-argumentar dizendo que pessoas assim são sem noção. Eu discordo. Elas podem não estar dentro dos padrões estéticos aceitos, mas elas "se acham". Olham no espelho e devem pensar : uau, vou arrasar hoje! Ou seja, auto-estima em altura estratosférica!
Deve ser muito bom ser assim, ligar o "dane-se" e se achar! Tenho até uma pontinha de inveja( da boa, lembrem-se, a minha inveja é sempre aquela boa...rsrs) de quem assim o é. Muito embora eu duvide que algum dia eu tenha coragem de sair por aí em leggings, porque eu também sou dona de um traseiro avantajado( credo em cruz! rsrs) o que definitivamente não combina com calças assim!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

O preço do anonimato


Eu tava lendo há pouco sobre a (de novo) separação de uma artista que mais uma vez teve a cabeça enfeitada por uma galhada de chifres e cheguei a "brilhante" dedução de como é bom a gente ser anônimo.Essa coisa de ter nossa intimidade conhecida por poucos e, principalmente serem esses poucos nossos amigos, por que intimidade a gente não sai por aí dando um jeito para que saia publicada na revista Caras, é muito bom!
A gente pode quebrar a cara em escolhas infelizes, ter ou colocar chifres quantas vezes forem, tomar o nosso pilequinho se der vontade, passear num shopping de cara lavada e chinelinho baixo e outras coisas assim que fazem parte do nosso dia-a-dia, como andar de 20 por exemplo que, jamais e em tempo algum, veremos espocar um flash de indiscretos paparazzi na nossa cola. Deve ser muito ruim você já estar sofrendo os diabos e ver sua vida sendo devassada somente pela curiosidade dos outros( inclusive a minha, que fui lá ler a "notícia"..aff...rs).
Se bem que no caso desta artista em particular, ela até que "merece"( ô dó, Lilian...) um pouco de castigo, porque nunca vi mais aparecida nessa vida. Casou com tudo patrocinado, tendo que informar para a revista até o nome de quem fez os docinhos da festa só para aparecer!Eu acho isso um pouco demais para a minha cabeça. Mas, a vida é dela, ela fez as escolhas, inclusive de se expor e agora, vai ter que pagar o pato.
E viva nós, que somos só gente!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Aflições

Eu tenho algumas "aflições" e uma delas é ver propaganda de desodorante. Tudo bem que nas propagandas as axilas das mocinhas estão devidamente depiladas, sequinhas, pimpinhas etc e tal. Mas vendo os anúncios eu me lembro dos "suvacos" que a gente vê ao vivo ( ah, 20,20... quantas histórias...), cabeludos, escorrendo suor.. eca!
E dois particularmente deveriam sair do ar. Um de uma mocinha, vestida como Indiana Jones, que faz mil estrepulias para no fim cair pelo teto solar de uma limusine, com o braço prá cima e o suvacão na cara do mocinho, para demonstrar que mesmo depois de ter corrido uma maratona e meia, pulado por edifícios e outras corridinhas a mais, ela está lá, pimpinha e chelozinha... aff
E a outra é uma que entrou tem poucos dias, onde mote é que o tal desodorante protege por 48(QUARENTA E OITO) HORAS!! Como assim?? Não tem um banhozinho nesse meio tempo?Pode uma coisa dessa? E se muitos resolverem testar para ver se não vence? Estaremos fu e mal pagos!
PS: se vcs repararem bem, a Xuxa faz um anúncio de desodorante, mas o suvaco, definitivamente não é o dela. Olhem bem para as mãos dela antes e na hora que passa o desodorante... vai ver que ela também tem a mesma aflição que eu... ou então, não estava devidamente depilada! Será?? rsrs

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Mulherzinhas


Tem uma moça que pega ônibus pela manhã no mesmo ponto que eu que é um típico exemplo( se bem ela é um "pouco" over demais)do que Paula e eu definimos de "mulherzinha". E ser "mulherzinha" significa ser bem arrumadinha, enfeitadinha, dengosinha,maquiadinha, e todos os mais "inha" que couberem para adjetivar uma mulher vaidosa. Fora o lado da fragilidade ou pelo menos fazer com que acreditem que somos mais "frágeis" e que precisamos de quem cuide da gente. Essa coisa de ser independente demais muitas vezes assusta e espanta, se é que vcs estão me entendendo! rs
Essa "mulherzinha" hoje estava assim : arquinho prateado com duas borboletas "enfeitando" o cabelo que estava cuidadosamente penteado , sem um mísero fio fora do lugar e para isso a toda hora ela checava no espelhinho, blusinha branca de babadinhos e calça comprida roxa. E um detalhe que achei o máximo, as unhas do pé pintadas no estilo francesinha! aff!!(E nem venham me dizer que sou fofoqueira, que fico na rua observando para depois malhar os outros, porque vai ser uma inverdade! Com uma figura dessa pela frente qualquer um teria notado! rs Ainda mais porque as bochechas estão sempre um tom acima do que seria considerado um rosado natural... haja blush! rs). E aí eu pensei com os meus botões e lembrei que Paula e eu até combinamos um tempo atrás de sermos um pouco mais mulherzinhas. Apesar de hiper/mega amiga da Paula, faz um bom tempo que não a vejo ao vivo e a cores, apesar de nos falarmos quase que todos os dias. Então eu não sei se ela colocou em prática os planos de transformação. Mas posso dizer que EU não coloquei( snif, snif... rs). Saí de casa com uma básica camisa branca , calça jeans , sandálias ( pelo menos, são altas)e de cara lavada.Se eu chegasse na casa da minha mãe hoje, ela mais uma vez falaria ... "minha filha,uma 'moça' não pode sair assim, sem nem um pretinho nos olhos!"( vaidosíssima essa Maria Helena, minha mãe!) E ela tem razão. Preciso redescobrir esse meu lado de mulherzinha, voltar a ter vontade de me enfeitar, de me sentir bonita( xô, sai fora baixa auto-estima!). Não prá sair por aí com arquinho de borboletinha na cabeça, mas para soltar os cabelos que vivem presos num rabo de cavalo( eita calorão!), passar o tal pretinho nos olhos, voltar a ser como um dia eu já fui. Acho que essa coisa de criar filho sozinha, correr atrás todo santo dia do suado dindim e fazê-lo durar mais do que os primeiros 10 dias do mês, ter que dar conta de tudo sem poder contar com(quase, tenho amigos, graças a Deus!) ninguém, acabou por me "endurecer" demais e abrir mão da minha vaidade.É muito complicado isso. Mas hei de conseguir, apostem. Há um tempo atrás reencontrei um amigo que não via há anos e ele vendo meu celular, que é branco e vermelho disse assim :" você, hein Lilian, sempre gostou dessas frescurinhas, sempre foi meio peruinha" . Então, essa é a prova de que se eu já fui, conseguirei voltar a ser!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Ser ou não ser?

- Mamãe, roxo é cor de gay?

- Uai, não , por quê?

- Tem um menino na minha escola me chamando de gay porque eu gosto de roxo!


- Ah, manda esse menino plantar coquinho, se informar melhor, porque o símbolo dos gays na verdade é o arco-íris. E avisa que se ele continuar a falar assim, que eu entro com um processo contra ele por calúnia e difamação! ( vcs leram sobre um menino nos EUA que foi tão perseguido na escola que acabou entrando na internet, descobriu como fazia um laço e se matou enforcado? então, lembrei disso na hora! porque eu não tenho nada contra a opção sexual de ninguém,eu só não quero que meu filho seja alvo de "brincadeiras" dessa natureza ainda numa idade que nem opção fez ainda - eu acho)


- E a gente pode fazer isso?


-Claro que sim! Não se pode sair assim falando de ninguém, entendeu? Isso não é correto!


Luca fez então uma cara de "que bom" e voltamos ao para casa.


Ontem ele chegou em casa e eu perguntei :


- E aí, o fulaninho continuou te chamando de gay? ( uma explicação : esse menino, desde que o Luca entrou para essa escola no início desse ano, tem dado trabalho para o meu filho. Já saíram no tapa não sei quantas vezes, já veio montes de bilhetes da escola por isso,já conversei na escola e fui informada que ele é problemático mesmo, etc e tal. Ou seja, ele é uma peste... e o MEU filho um anjo....hehe)


- Chamou não... mas ao contrário podia?


- Como assim?


- É que no recreio ele saiu no tapa com o sicraninho, apanhou feio e abriu o bocão chorando! Daí, todo mundo ( tenho prá mim que esse "todo mundo" tem um nome...rs) começou a dizer : chora não fulaninhA , nem foi nada para A MOCINHA chorar tanto assim!!


Ai, ai, ai... Daqui a pouco serei EU a processada por calúnia e difamação!!!

terça-feira, 28 de outubro de 2008

É Hoje!



Então, hoje é dia do meu aniversário. Normalmente eu amo esse dia. Mas esse ano tô muito "emotivada", como diz minha amiga Paula, e sei lá, acordei triste, triste, sem nenhuma vontade de comemorar. Chorei de me acabar ontem( aff) e nem me perguntem o motivo real, que eu nem sei direito qual é. Ou talvez saiba que é pelo acúmulo de momentos e coisas não muito felizes que aconteceram esse ano.

Vim pro trabalho com a garganta ardendo, segurando o choro ( chorar no 20 é o cúmulo, né? me recusei!)e eis que aqui chegando encontro uma linda surpresa preparada pela Greici, que trabalha comigo e que teve um carinho enorme em enfeitar minha sala toda com balões, faixas, cartazes, cartões, presente e até fundo musical( é, ela deixou o computador ligado tocando PARABÉNS PARA VC! fofa demais, né?). Aí, a garganta que estava apertada e ardendo foi aliviada e me acabei( de novo!) de chorar. Mas aí foi de pura emoção, de me saber querida.

E assim está transcorrendo o dia, que começou magrinho(como ilustra o desenho acima ) meu filho lembrando e me dando um beijo e eu achando que ia ser só isso mesmo e que agora, pelo carinho não só da Greci, mas também do Vavá ( gente, ele me deu um livro sobre os Beatles, show demais!) ,da Paula, dos meus pais/irmãos, de outros colegas aqui da empresa,recados no orkut, no messenger, com os muitos telefonemas recebidos, alguns de pessoas que a gente já espera e outros de quem a gente nem acha que vai se lembrar e lembra, a "coisa"( forma-pensamento? rs) tá mudando! Isso tudo, essa demonstração de carinho está colocando um sorriso no meu rosto, que a cada hora está se fazendo maior e maior.

Então, vamos fazer "corinho" e cantar juntos : "parabéns prá vc, nessa data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida!!! Viva a Lilian, viva!"


quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Mimo!


Recebi outro mimo, um selo do Paulo!

É sempre bom ter os nossos escritos apreciados , principalmente quando isso é feito por pessoas que nos são queridas!

Obrigadaço meu querido e vamos lá , continuar tentando agradar, não para ganhar mais selos( mas que venham mais! rs), mas para continuar mantendo esses relacionamentos tão gostosos que temos aqui!

Beijão Paulo!

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Minhas Amigas

Eu tenho amigas muito especiais, graças a Deus.
Sônia, amiga minha de longa data e a outra madrinha do Luca, preocupada com esses meus altos e baixos emocionais, saiu com uma ótima, na tentativa de que eu saia dessa.
Segundo ela, que anda estudando astrologia transpessoal, que segundo ela vem a ser uma astrologia que estuda a alma( mais explicações ela não deu e eu não faço a menor idéia do que seja isso na prática). E em e-mail trocado hoje ela me escreveu "... olha, levanta o astral. Quando a gente fica com pensamentos pesados ou tristes a gente faz uma forma-pensamento bem feia e manda pro astral pesando a energia da Terra, coitadinha. Tão dizendo até que vai se aproximar um planeta, Sol de outra galáxia pra ajudar a dar uma limpada na energia da Terra que tá prá lá de ruim. Então faz favor de parar de poluir. Pensamento positivo, alegria, que isso sim vai ajudar a melhorar tudo. Bola prá frente, com convicção que o resto o astral proverá. Deixa fluir..."
Já imaginaram a minha "responsa"? Vai que por causa da MINHA poluição, esse tal de sol de outra galáxia ao invés de se aproximar para limpar ele entra em rota de colisão para acabar porque não vai ter jeito??!! Aff, que com esse remorso eu não quero morrer!Então, apesar do meu inferno astral que esse ano tá ford de aguentar mas que graças a Deus já está acabando, porque tá pertíssimo o meu aniversário(!), prometo aqui, diante de todos, que farei de um tudo para enviar uma "forma-pensamento" mais bonita para o astral e evitar esse desastre cósmico! rsrs

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Cartinha


Querido Papai do Céu,

Como o Senhor sabe, já que foi uma criação Sua, o verão está chegando. E com ele, um calorão dos infernos! Ops, desculpas por falar assim, mas só mesmo coisa desse desafeto Seu para justificar o desmatamento que aconteceu aqui em Belo Horizonte e que fez o clima mudar tanto! Eu me lembro ( e o Senhor também deve lembrar) que quando eu era adolescente ( e nem tem tanto assim...rs) e vinha passar as férias de dezembro aqui, depois das 6 da tarde fazia até um friozinho gostoso e muitas vezes era necessário colocar até um casaquinho! Eita saudade desse tempo!
Mas agora isso acabou. O Senhor veja, estamos na primavera e o calorão tá aí, firme e forte!
E o Senhor deve ter Seus motivos para até hoje não me deixar ganhar na mega sena( ainda, hein? continuo esperando!) e por isso eu ainda preciso ir trabalhar todo santo dia. E o Senhor também sabe que para mim só tem uma opção para isso, que é o famigerado 20. Então, o meu pedido é simples, tenho certeza que o Senhor vai poder me atender! E olha que nem vou pedir para o Senhor soprar no meu ouvido, os 6 benditos números, nada disso! É muito mais fácil.
Acompanhe minha linha de raciocínio que o Senhor já já vai saber do que eu estou precisando.
Calor forte, ônibus lotado, as pessoas tendo que levantar os braços para se segurarem, nem todo mundo tem hábitos de higiene recomendáveis( pelo menos um banhozinho por dia, no mínimo) e aí o Senhor já sacou qual é o problema. O futum! Sorte do Senhor que mora aí em cima cercado de anjinhos ( que por não terem sexo, não devem ter hormônios e consequentemente, nem de banho precisam!). Aí é o PARAÍSO, né? Mas desça um dia, que o Senhor vai entender melhor o que estou dizendo. Então o que lhe peço é bem simples : por favor, mas por favor mesmo, entupa meu nariz , de segunda à sexta, entre 17h00 e 18h00?
Com grande carinho dessa sua filha , que eu sei ser amada por ter sido agraciada com tanta coisa,
Lilian

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Pessoas do Bem


Eu tive o privilégio de conviver por um (pouco, infelizmente para mim) tempo, com uma pessoa que a gente pode classicar como DO BEM. E, infelizmente para mim e para quem convive com ele diariamente, mas felizmente para ele, vamos ficar um bom tempo sem a sua presença. Ele resolveu se dar um presente, prestes a completar 40 anos e partiu para o mundo. Ele me contou que esse é um sonho que acalanta desde os 8 anos de idade e que foi sempre adiado pelos compromissos normais da vida( terminar a faculdade, fazer mestrado, etc e tal) e que há alguns dias atrás ele acordou e pensou : é agora ou nunca! E assim ele o fez. Pediu as contas, tá acabando de ver o que precisa para fechar seu apartamento , tá também dando uma geral na mochila( que por ser mochila, nem vai caber tanta coisa assim...) e nessa quarta-feira agora vai partir pro mundo. Hoje eu recebi dele um mimo , a coisa mais fofa.Uma caixinha, com os dizeres " ...Lilian, uma lembrancinha de onde vou estar!" e dentro umas conchinhas coladinhas( ele primeiro vai se abastecer de energia em Floripa). Depois ele me ligou, dizendo que no dia que estivesse muito estressada, pau da/com a vida , que abrisse a caixinha e pensasse nele( pessoa mais zen, eu não conheço!). E eu sei que essa caixinha vai ser muito olhada, ah vai! Disse que tá levando todos os endereços e que de tempos em tempos, receberemos postais( querem coisa mais biitinha e pessoal do que um cartão postal, nesses dias onde tudo é eletrônico?).
Então, pela coragem, por ser quem vc é, só me cabe rezar para que Deus tome conta de cada passo seu, torcer para que esse ano seja aquilo que vc imaginou que seria e que seja ainda mais, supere todos os seus sonhos e que na volta, por vc ser um excelente profissional, que dificuldade nenhuma barre seu caminho!
Um beijo enorme Ricardo!!
( essa foto tiramos numa festa junina e esse sorrisão ele tem sempre, sempre!)

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

DAB( OU PARA OS ANTIGOS,PMD)


Eu tenho andado meio bipolar, alternando dias que estou mais triste e outros menos. Nada que precise de tratamento médico com altas doses de lítio, graças a Deus! rsrs
Mas é que tá ford, quem é mais chegado sabe do que estou falando...

Ajudando agorinha no para casa ( ou para mamãe como costumo dizer) com o Luca hoje, ele tinha lá um exercício em cima de um livro que a turma dele está lendo chamado "Era uma voz... Sonetos só prá netos " de Caio Junqueira e eu lendo para entender e ajudar em alguma coisa, me deparei com esse soneto:

OS TRÊS PORQUINHOS

Porque fazer do mundo um chiqueiro?

Aos pouquinhos, os homens assassuínos

Vão grunhindo lições para os meninos,

Emporcalhando tudo por dinheiro.


Se um é porco, dois são imorais,

Se um é fabricante, outro consome,

O terceiro polui, depois GO HOME,

São SUINO GENERIS, originais...


O dono da porcada, tão esperto,

Até promete pro eleitãorado

Pocilga com fedor-condicionado...


Lobato nem pretende passar perto

Da lama desse mar, desse cocô,

Deu no pé, foi viver com meu avô...


Então, vcs não conhecem ESSES Três Porquinhos? Eu sim...
Mas eu não troco minha vida tranquila por uma pocilga com fedor-condicionado e breve -breve!- estarei felizinha da vida,visitando a todos e NORMAL.Acreditem!

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Pelas perucas do Elton John!

Ontem eu vi num site, que está acontecendo uma feira de comésticos em São Paulo e que o nº de homens interessado no assunto vem crescendo ano a ano. E junto, tinha um filminho com um moço que entrou careca e saiu com os cabelos voando ao vento, porque havia se submetido a um novo método de implante, rápido e indolor e, teoricamente, mais "natural". E até que não estava assim gritando "ei, tô de peruca!".
E isso me fez lembrar de um tio meu, que desde que me entendo por gente, sempre foi careca. Aí, esse meu tio se separou, arrumou uma nova namorada ( obviamente) centos anos mais nova que ele. Por ele ser muito claro e sempre ter praticado esportes no sol, a pele do rosto não estava lá assim, digamos, jovial o suficiente para "segurar" a tal namorada( na boa, ele tava era MUITO caído... rs).
Ele sabendo que a minha mãe havia feito uma plástica pediu que ela marcasse um horário para ele, que queria fazer uma também.Mamãe assim o fez e ele foi lá prá casa para a tal consulta( morávamos no Rio na época e ele aqui em BH). No dia que ele chegou, chegamos em casa, meu pai e eu e fomos cumprimentá-lo. Ele estava de costas, apreciando a vista( morávamos em São Conrado e de nosso apartamento tinha-se uma vista de uma nesguinha da praia. Era pouco,mas era lindona!). Quando ele se virou para nos cumprimentar tomamos um susto. Ele estava usando o que na época era o "grito da moda"( grito mesmo, um susto!), um tal de Interlace( acho que era isso mesmo), que vinha a ser uma peruca interlaçada com os (poucos) próprios fios. Só que a dele tinha direito a TOPETE à la Elvis e tudo! Foi um susto, vocês não têm idéia!
Foi duro fazer cara de "tá tudo normal, nem estranhei" e cumprimentá-lo na boa. Mas o melhor, que me fez passar mal, foi encontrar o meu pai, literalmente dentro do armário dele, enfiado no meio dos ternos, onde ele pode abafar as gargalhadas! E eu me juntei a ele para isso, porque tava difícil demais de segurar o riso!!

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Festa!

Morei durante um bom tempo num apartamento, muito bem localizado por estar num ponto nobre aqui de BH e que, na época que me mudei, estava localizado a 2 quadras do meu trabalho.Mas( e sempre tem um MAS, né?) o que ele tinha de bem localizado, ele tinha de pequeno e mirradinho.Era mínimo, vocês não tem noção!E, para completar, tinha um boteco na porta do prédio, que bombava TODOS os dias e mais ainda em dia que o Galo jogava. Mas( de novo) por ser perto do meu trabalho e por eu estar separada recentemente e com um filho pequeno, a distância entre o trabalho e a minha casa nova compensava. Fora que o aluguel era barato e que a parte residencial do prédio ficava láááááá atrás e o boteco, na beira da rua.
E esse boteco, pela proximidade do meu trabalho, por servir sempre a cerveja mais gelada da região e por ser barato, era escolhido por muitos de lá como local ideal para o happy hour.
E um desses que adoravam lá frequentar, cismou de comemorar seu aniversário lá. Mandou e-mail para quase toda a empresa, dizendo que ia comemorar o aniversário dele no "playground" do prédio da Lilian. Já viu, né, teve gente que não foi convidado e soube do evento tentou ficar amigo meu de infância, achando que EU estava dando uma festa e que, por ser lá em casa, EU tinha que ter convidado e outras confusões típicas de ambiente de trabalho. Essa onda rolou até eu dizer ao moço, que era para ele explicar o caso, que não era bem assim, que o tal play era o boteco, etc e tal.E ele assim o fez.
Bom, chegou o dia do aniversário. Por ser na minha porta, depois do banho, fui lá na intenção de ficar um pouquinho, comemorar com ele, já que ele é uma pessoa muito querida. Estávamos lá, IBOPE baixo, umas 6 ou 7 pessoas, quando caiu um dilúvio em BH. Eu, muito solícita ( e pastel), achando que a chuva ia estragar as comemorações do amigo e que seria para pouca gente, chamei o povo ( que eram 6 ou 7 pessoas) lá prá casa. Essas 6 ou 7 já fizeram minha casa ficar mais lotada do que o 20. E aí, começa a aparecer gente, aparecer gente, aparecer gente e mais gente... Sério, devia ter no mínimo, umas 100 pessoas nessa festa! Meu apartamento tinha uma pequena área privativa, tinha parado de chover e o povo foi se acomodando. Do boteco vieram mesas, que foram espalhadas além da minha área, pelo corredor interno do prédio todo. E o tal do aniversário bombou! Até de manhã!! Música no talo, gente entrando e saindo, uma verdadeira loucura!
Segunda-feira, eu no trabalho, cansadíssima depois de passar um fim de semana limpando a minha casa E o corredor do prédio , toca meu telefone:
- Lilian, é o Fulano( o prédio é de um dono só e tem uma imobiliária que toma conta e o Fulano é o dono da imobiliária). Tudo bem com vc? O que aconteceu, minha filha, na sexta-feira na sua casa? TODO mundo ligou reclamando!
- Pois é, Fulano, eu até ia te ligar para me desculpar( numa hora dessa, mentir, Deus perdoa né?)
Foi meu aniversário, convidei uns poucos amigos para tomar uma cervejinha no bar, choveu, chamei aqui para casa e aí foi aparecendo um monte de gente que eu nem imaginava que ia aparecer e aconteceu o que aconteceu.
- Ah, meus parabéns( não muito efusivo, pq ele já devia ter puxado a minha ficha e visto que eu só faria aniversário 1 mês e meio para frente). Mas Lilian, minha filha, da próxima vez, faça num restaurante, numa boate( e ele deve ter pensado :ou na PQP), porque senão vou ter que tomar providências!
- Claro, claro! E mais uma vez, milhões de desculpas e eu prometo que isso não mais se repetirá!

E não se repetiu. Inclusive, todo ano eu gosto de chamar uns amigos no dia do meu aniversário ( que por sinal, tá chegando, ueba!) na minha casa e dessa vez, fiquei no "ora veja"....

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Sonho

Há quem diga que os nossos sonhos algumas vezes manifestam nossos desejos escondidos. Mas vem cá, o que poderia estar tão escondido assim na minha mente, que me fez sonhar que estava amando loucamente e sendo correspondida pelo FELIPE MASSA??!!
Aff, nem nos meus momentos mais carentes tal hipótese passou na minha cabeça consciente e, posso jurar ,nem mesmo inconscientemente! Vocês conhecem alguém mais sem sal? Eu não! rsrs
Caramba, num momento desse é que eu acho que um analista me faz falta... Eu quase nunca lembro dos meus sonhos e quando lembro é de algo assim, totalmente sem quê nem porquê. Íamos gastar umas 10 sessões só para elucidar tal fato, no mínimo!
Ah,e a fotinha...é que eu pensei,antes ilustrar com um sonho de padaria, né? É MUITO mais saboroso, é doce e tem massa, se é que vocês me entendem... rsrs

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Sonhos de Consumo


Quem é que não tem um sonho de consumo? Eu, dando uma de Bruno, O EXAGERADO, tenho vários, vários... rs . Alguns deles eu sei que, se realizados, vão ser uma festa durante uma semana e depois, deixados de lado porque nem tinham tanta graça assim..
Exemplo dos que se enquadram nessa categoria : eu sonho em ter um aparelho daqueles que limpam com vapor. Já viram a propaganda? Aposto que sim. É um aparelho que vc coloca água, a bendita ferve a não sei quantos graus e aí vc sai limpando tudo, de grelha de churrasqueira a cortina! Não é o máximo?? Outro exemplo: outro dia eu vi uma reportagem na tv, sobre uma senhora que como todas nós, mulheres, ama sapato. E essa, tem mais de 100 no armário. Mas o que me deixou com água na boca, foi a tal "climatizadora" que ela tem, para quando chegar em casa colocar os seus mimos antes de guardá-los. Não é outro máximo isso, seja lá o que for?? Deve ser prá tirar chulé, secar o suorzinho , ou sei lá eu. Mas que é o luxo dos luxo, ah, isso é! E ter uma máquina de fazer pão? Desde que o Vavá trouxe uma de viagem, que eu sonho em ter uma!
Agora a outra "categoria de sonho" é composta de coisas que me fariam um bem enorme ter. Por exemplo, eu sonho ter um quarto ENORME, uma cama ENORME, um closet ENORME cheio de gavetas , prateleiras e muito espaço e com um banheiro MAIOR ainda! Tudo bem exagerado! Deve ser muito bom ter um quarto assim, onde vc possa desfrutar um conforto de rainha! Mas, com essa nossa renda de classe média, que só nos permite comprar imóveis onde o mínimo é o máximo, como ter algo assim ?Só sendo um milionário e EU não sou!! E aí, esses e outros sonhos,como ter uma tv ENORME, uma cozinha montada com tudo o que há para colocar nela(que eu acho o máximo, muito embora pouco pilote um fogão), ficam ou nos braços de Morfeu, ou para quando a situação ficar menos apertada e for possível( nem que seja pelo crediário em 12 suaves prestações... rsrs)

E vc aí, tem algum sonho assim, possível ou não?

PS: depois dêem uma olhadinha no meu perfil, para verem a explicação sobre NADIS que o Vavá achou. E segundo ele, achou do NADIS, cismou de procurar e achou! Mto legal!

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Curtinhas da Paulinha


Tem um desenho animado novo, chamado "Curtinhas do Dudinha Curtinha". E foi pensando nesse nome, que resolvi batizar esse post, de Curtinhas da Paulinha, em (outra? aff que tô mto puxa-saco!) homenagem à Paula, que tem me saído com umas tiradas ótimas. Vejam :


Eu : - Então, eu não a estava "segurando" comigo pensando só em mim, porque ia ficar apertada de serviço se ela saísse agora. Queria que ela continuasse aqui, até arrumar algo melhor.Eu a estava preservando, entendeu?

Paula : - Ah, larga mão de ser boba! Preservar, só se for a Mata Atlântica, porque nos dá ar fresco!

ontem:
Eu : - Fui ao oftalmo para ele examinar meu olho direito. Eu te falei, né, que ele tá vermelho há umas duas semanas? Pois é , tá assim, vermelhão e não melhora. Levei a maior bronca do cidadão, por não tê-lo procurado antes, que tenho que começar IMEDIATAMENTE a cuidar porque tô com uma tal de irite(inflamação nas íris... esse meus sensíveis olhos azuis.. aff). E eu que tava achando que era tudo pro causa do tempo seco e da consequente falta de lágrimas( não falei, mas pensei que olho desidratado é melhor que olho gordo, né?)

Paula :- Quando foi mesmo que vc formou?

Eu : -Ahn? como assim? ( eu sem entender do porquê de uma pergunta dessa natureza, se o papo era outro)

Paula : - Em medicina! (acabando comigo, pq a gente tem mania de achar que sabe de tudo, né?)

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Durma com essa...


(Esse post foi feito a pedido da Paula, minha grande amiga, comadre - ela é madrinha do Luca - companheira das horas felizes, infelizes, etc e tal. Ou seja,a Paula é tudo de bom! rs)

Luca me vendo acender um dos muitos cigarros que fumo por dia( fora de moda, eu, né? Mas vou conseguir parar, tenho fé!)
- Mamãe, porque você não faz como a tia Paula, que só bebe?
Tô precisando, urgentemente, rever os conceitos desse garoto... rsrs

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Alguém aí

Sabe me explicar porque livros, que normalmente custam entre 30 e 50 reais, entram em promoção custando 9,90? Será que é para acabar com o estoque e querem vender de qualquer maneira e assumem o prejuízo depois? E de quem é o prejuízo, de quem vende ou da editora?
Sério que eu gostaria de entender essa matemática. As explicações para o altíssimo preço dos livros está no custo do papel,do pagamento dos direitos autorais( que quando o(a) autor(a) é um(a) queridinho(a) de todos, só escreve best sellers, o valor a ser pago vai lá prá estratosfera ou até prá ionosfera), do tradutor quando o livro é em outra língua, das capas, etc, etc, etc. Acho que até o fato do brasileiro ter fama que lê pouco entra nessa conta aí. Bom , e aí, não mais do que de repente, esse valor cai e muito. E tenho visto isto acontecer sistematicamente, nesses sites que vendem de um tudo na internet. E é lógico que eu aproveito para garimpar alguma coisa. Para quem, como eu, que é mãe solteira, sustenta uma casa sozinha( e que pela casa em si, tá pagando financiamento), que tem filho pequeno estudando,qualquer economia ajuda e muito! Consegui comprar ontem 4 livros ao preço de 1. Mas que é de dar nó nas minhas sinapses, isso é!
E eu acredito que em algum tempo no futuro, preços mais acessíveis ou edições menos "chiques" (algumas editoras até já estão lançando bons títulos em edições de bolso) comecem a fazer parte da estratégia de venda das editoras o que vai fazer desmentir a tal máxima de que brasileiro não gosta de ler. A gente não tem é grana para bancar, isso sim!

terça-feira, 9 de setembro de 2008

o 20 ataca novamente!





Eu tenho, como acredito que a maioria das pessoas também tem, diversos sonhos na minha cabeça. Uns mais fáceis outros mais complicados ou impossíveis. E dentre os impossíveis está em lotar um ônibus com os motorista da linha que eu pego, o famigerado 20, deixá-los todos em pé, espremidos, procurando um lugar para segurar( óbvio, pq no 20 é assim, não tem) e contratar alguém para dirigir -já que eu não dirijo e também não quero ouvir minha mãe sendo difamada... aff - como eles o fazem, com freadas bruscas, arrancadas aos trancos e troca de marchas feita aos pulos. É claro que eu não estaria dentro, mas mandaria colocar várias câmeras colocadas em pontos estratégicos, de forma a captar a imagem de todos( que imagino de horror,medo, dor e ódio, como eu vejo em nós, humildes passageiros de todo o santo dia) . E depois reuní-los numa sala, passar o filminho e perguntar : FOI BOM PARA VOCÊS?

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Saudade


Fazia muito tempo que o Luca não passava um fim de semana inteiro com o pai. E isso aconteceu nesse agora que passou. Saiu no sábado, às 15h42( como ele gosta de dizer as horas e a Paula já contou aqui) e só retornou ontem por volta de 21h00.
Quando ele saiu pensei: "uau, vou ter um fim de semana quase que inteiro só prá mim! Acordar amanhã na hora que eu quiser, não vou ter horário para servir almoço nem lanches! Vou poder ser dona do meu tempo!"
E essa euforia durou exatamente uma hora. Eu desacostumei de ter meu filho "longe" e, caramba, como estava chata a minha casa sem ele! E a minha ficha caiu que eu não estava assim tão dona do meu tempo,quando me peguei jogando Sims 2( sim, eu jogo Sims... e A-DO-RO! rs) e "tomando conta" de um garotinho chamado Luca... nem precisa de Freud prá explicar né?
Eu só não fiquei mais triste, porque vi a carinha de felicidade que ele saiu e voltou. Ele ama muito o pai e precisa muito dessa convivência. E por isso, só por isso, que eu me permiti chorar só um pouquinho de saudade do meu filhote...

A volta dos que não foram

Depois de alguns dias, que graças a Deus foram poucos, eis me aqui de volta! Ainda tô meio sem tempero, sem um norte. Mas essa coisa de blog vicia e mesmo ainda estando "destemperada" num 'guentei ficar muito tempo longe.

Esse tempo ausente, fez o tal assunto repetitivo que eu queria evitar, aos poucos deixar de ser minha prioridade #1 para falar e então, voltei! Voltei por mim, para distrair as idéias.

A gente acaba achando que tem sempre alguma coisa a comentar, né? Qualquer coisinha vira assunto para post, de repente enormes, porque eu habito Prolixia, a do sul!

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Recesso


Esse blog( e consequentemente a leitura/comentários de outros blogs que eu adoro visitar) vai entrar em recesso por algum tempo, que não sei precisar hoje de quanto será.Tô meio triste, meio sem "sal" e para não ser repetitiva em assunto que já postei aqui e comentar só para não dizer que não fiz, o melhor é me afastar um pouco, até que eu recupere meus "temperos".
Tomara que essa fase dure pouco e que em breve eu retorne. Isso aqui é uma terapia, ótima por sinal, mas tem horas que a gente precisa mais conversar com os próprios botões e é isso que eu tô precisando.
Beijos,
Lilian

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Cachorradas




Ontem eu lendo um post do Paulo( Meias e Cuecas) sobre pessoas ditas "civilizadas", lembrei de uma outra situação que me deixa indignada: a de donos de cachorros que saem com seus "filhinhos" para passear e fazer suas necessidades fisiológicas e que não têm um tico de preocupação em, depois da necessidade feita, limpar o que os lindinhos deixam nas nossas calçadas! E se vc sai de casa apressado e consequentemente nem se lembrar de olhar onde pisa, babau!Tem que voltar para casa prá limpar os sapatos! Aff, que isso me deixa pau demais da vida!

Eu moro no primeiro andar do meu prédio e tenho uma varanda que dá para a rua. A-DO-RO quando pego no flagra um dono e seu totó fazendo as necessidades em frente ao prédio e eu vejo que o(a) infeliz não trouxe um saquinho plástico para limpar. Espero o cachorro acabar, deixo que eles dêem 3 passos e grito : "ei, Sr(a), esqueceu o saquinho para limpar o cocô do SEU cachorro HOJE? Peraí que vou lhe arrumar um!" Já tenho alguns no meu armário, pertinho, em dois segundos eu volto e jogo da minha varanda para o(a) infeliz. Eu A-DO-RO ver a cara de sem graça quando me "agradecem" pelo saquinho e A-DO-RO mais ainda a cara de nojo que fazem quando são obrigados a limpar( pq depois dessa, ninguém ousou sair sem limpar, né? E eu tô lá, olhando, vigiando!! rs). Mas presta atenção e me diga se somos obrigados a aguentar cocô de cachorro alheio?

E notem que estou falando (muito) mal dos donos dos cachorros! Nada contra aos bichinhos, ok? A falta de educação não é deles e eles, os cães, precisam fazer cocô, xixi, porque afinal ..."cachorro também é um ser humano", como dizia nosso ex-ministro do trabalho( lembram dele, do Magri? não? ah, não é do seu tempo... ok... rs) Gosto muito de cachorros, muito embora, atualmente, esteja gostando MUITO mais do nosso ,que só suja a gaiolinha dele e pronto!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Não basta ser Mãe

Ontem à noite:
-Mamãe, cê tá muto cansada hoje?
- Nossa meu filho, lembra que ontem eu te falei que hoje meu dia ia ser "daqueles"? Então, foi mesmo. Final de mês, fechamento das folhas,uma audiência trabalhista a tarde toda...caramba filhote, foi punk, viu?
- Nu, então ferrou! O para casa hoje tem 8 páginas!
Silêncio profundo, cortado pelo som de uma inspirada mais profunda ainda("pensa no azul, Lilian, pensa no azul, fique calma, calma, ohmm...").
- Sem problemas, meu amor,precisa ser feito, né? Vamos lá então!


Pelo telefone, hoje de tarde :

- Ah,Lilian, aproveitandio que vc ligou, eu preciso te falar uma coisa...

-O que foi Marlene?( já pensando que tipo de M... vinha pela frente... esse ano, foram 4 as ajudantes de M... - eita boca suja! - que passaram na minha casa e essa tá tão boa, ah Meu Deus, será que ela vai me pedir para sair? )

-Humm, sabe o que é, o Luca, ele não está tomando banho antes de ir para a escola e eu sei que vc não gosta... desde segunda que ele enrola, enrola e nem passa perto do chuveiro. Ele tá tomando banho quando chega da escola?

- (Graças a Deus, é só isso! Ela não vai pedir para sair!! Ueba!!)Não tem tomado não, Marlene,enrola, diz que tá MUITO cansado, que tem muito para casa, mas pode deixar, que eu hoje o pego de jeito!

Luca chega da escola:

- Oi mamãe!

- Oi querido!(me abaixando para beijá-lo) Aff, Luca,que cheiro de cachorro molhado é esse?

- Ai mamãe,me machuquei agora, no escolar, olha só, tá doendo MUUUUITO!!!( Luca disfarçando, me mostrando o corte ENORME - na cabeça dele - no dedo) .

-Depois do BANHO eu faço um curativo, porque cortes assim, têm que ser MUITO bem lavados, para não infeccionar. Vamos lá, rapidinho lavar isso TUDO!



Nossa semelhança com o Maracujá


É verdade, pensei nisso ontem.Acompanhe comigo até onde a sua idade permitir ou do que você já observou em outros e veja se eu não tenho razão .

Quando a gente é mais novo, somos as flores do maracujá, lindas, atraentes, "abertas"( olha só aqui do ladinho, ó) ! Com a idade, a nossa pele perde o viço, vai enrugando( gente , as minhas mãos estão um horror! haja creminhos e cuidados!) e aí, nos tornamos um maracujá de gaveta e quem já viu um sabe do que estou falando.

Mas a idade também nos traz um lado bom do maracujá, seu lado "calmante". Ficamos muito mais tolerantes, mais calmos com relação a muita coisa nessa vida. Não perdemos o lado contestador, mas avaliamos mais e muito, se pela causa vale a pena dar murro em ponto de faca. E isso eu atesto de cadeira, do alto dos meus (muitos e ótimos) anos vividos. Esperem e comprovem!

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Alguém aí?


- sabe o nome de um ótimo produto para limpar bola de cristal? A minha anda muito embaçada e não ando conseguindo enxergar direito...

- votaria para prefeito em alguém com o codinome Periquito? Se o codinome fosse beija-flor, seria muito melhor, né ?

- sabe me dizer do porquê que uma vizinha que nem te conhece e te vê chegando do trabalho pregada, exausta, caindo do salto, estourando de dor de cabeça, cheia de preocupações, vira para você e diz : "também, quem mandou querer vida de rica?"

- tem saco para essas e outras coisas? Eu não, tô bastante cansada e muito! E por isso, por hoje é só!

sábado, 23 de agosto de 2008

Dando Asas


E eis que nossos filhos vão crescendo e com isso, querendo voar e sozinhos. Acabei de chegar da rua, onde fui deixar meu filho, numa festinha de aniversário de uma coleguinha de escola. Tenho que buscá-lo, pelo convite que veio, à meia-noite,mas já avisei que no máximo, por volta de 11 horas tô lá prá buscá-lo. Tempo mais do que suficiente para ele brincar sossegado, longe dos meus olhos e prá que eu morra de "agonia" por não tê-lo nesse mesmo raio de visão.

Foram inúmeras as recomendações (as visando comportamento, como "comporte-se , não avance na mesa de docinhos como se nunca tivesse visto um brigadeiro na sua frente antes,seja educado, fale com as pessoas" e as de medo, como "não saia do local da festa, não vá em nenhum canto com algum adulto que vc não conheça, etc, etc, etc...) para alguém que me olhava se achando muito "adulto" no alto dos seus 9 anos e que ainda virou prá mim e disse: tá achando que eu sou bobo, mamãe? Não, a mamãe não tá achando que vc é bobo, só tem certeza que vc não conhece e não sabe, ainda , de 1/1000 das maldades que existem por aí.

Mas dar essas asas é necessário e faz parte do crescimento dele. A carinha dele, de felicidade, vai valer a minha aflição em deixá-lo só, longe das minhas asas, mas confiando que o anjinho dele, que também tem suas asas, vá protegê-lo, até a hora de tê-lo comigo, em nossa casa. Amém!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Ganhei de Novo!

Mas agora não foi um prêmio de loteria, mas meu primeiro selo! Não é bom demais quando isso acontece? E eu só tenho dois meses como "blogueira"! Ueba!!
Ele me foi passado pelo Vavá, do Anexo como "Prêmio Dardos" que tem a seguinte explicação: "Reconhecer os valores que cada blogueiro mostra a cada dia, seu empenho em transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. Em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras...".
Legal demais, né?
E, mais uma vez, por ser nova "no pedaço" e quem eu conheço já tem o mesmo selo, por enquanto, fica aqui comigo, na esperança de que no futuro, eu tenha muitos a quem passar!
Obrigadíssima meu amigo!

terça-feira, 19 de agosto de 2008

O Zé

Há tempos que meu filho me pede um cachorro e a minha resposta é sempre a mesma : neeeeeemmm pensar! Vibrei quando soube que para o prédio que estavámos nos mudando, no seu regulamento tava lá escrito: proibido ter cães! Nem precisava mais explicar que cachorro dava muito trabalho, que ia sobrar prá mim os passeios em dias de sol e chuva, a "roeção" de pés de mesa, sofas, levar prá tomar banho,etc e tal.
Mas, coitadinho, filho único, passa o dia sem mãe, carente... Depois de uns 4 peixes mortos ( afogados?rs) resolvemos partir para um porquinho da índia. E já há dois meses, nossa família tem um novo membro, chamado Zé. Fofo, simpático, cagão( como todos) mas que tem feito a alegria do Luca. Assim que tiver, coloco aqui uma foto dele para comprovar o que eu digo!
E aproveitando o assunto, lembrei de que quando minha irmã caçula eram pequena, minha mãe comprou um hamster para ela. Por desconhecimento das peculiaridades do animal, esse hamster veio a falecer de um jeito horrível : queimado! Ninguém sabia que eles, os hamsters ,por receio de ficar sem comida, comem até quase explodir, enchem umas bolsas laterais e meio que hibernam. Aí, amanhece um belo dia e o coitado tava lá na gaiola, todo inchadão e "morto". Minha mãe pega o coitado e o joga no incinerador do prédio( não dava prá fazer um enterro no Leblon, que mesmo em longíqua época, já não tinha mais lotes vagos). Mas eis que a minha irmã , dias depois, recebeu uns fascículos novos de uma coleção (sei lá no nome, talvez) de "Meus Bichos". Qual era o animalzinho focado dessa vez? Acertou quem disse hamster. Ela lendo, descobriu então o que realmente tinha acontecido e aí, imaginem o chororô e o drama, que a minha mãe teve que aguentar por dias: "você MATOU meu bichinho, ele virou churrasquinho" e isso até minha mãe não suportar mais o "remorso" e comprar um porquinho da índia, o Oswaldo.
Oswaldo, porque ela e meu outro irmão, andando pela rua, encontraram no chão, uma letra O, vermelha, caída de algum letreiro. Essa letra O foi então dependurada na gaiola e o bicho batizado de Oswaldo.
Oswaldo viveu por uns bons 6 anos conosco e veio a falecer de velhice, penso eu, quando num carnaval, viajaram todos, menos eu. Ou seja, morreu comigo, ô dó. E quando cheguei na área de serviço e encontrei seu corpinho durinho, esticadinho, entrei em desespero, passei a mão no interfone e chorando chamei o porteiro: "Seu" Pintinho( não me perguntem o porquê dele ter esse apelido, nem desconfio), corre aqui que o Oswaldo morreu. Ele subiu os 12 andares feito um louco, já achando que ia presenciar o maior bafão da vida dele, porque, se eu estava só em casa, quem seria o tal do Oswaldo morto? A cara de decepção dele , era de matar de rir( mas lógico, que isso eu só percebi depois, porque naquele momento eu ainda estava muito "abalada" com a morte).
E, tomara, que agora o Zé só nos faça companhia, sem churrascos, mortes espetaculares ou coisas afins!

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

EU GANHEI!!



Enquanto a Paula é viciada ( só ) em chocolate, eu, além desse, tenho outro vício, eu jogo! Toda semana faço uma fézinha na Mega Sena e de uns tempos prá cá, na Lotomania também, que paga menos, mas qualquer coisa acima de R$100 mil(hehe) já quebra o maior galho e eu tô aceitando!


E não é que esse fim de semana eu ganhei??!! Tudo bem, não foi assim um PRÊMIO, daqueles que eu almejo, de poder ficar em casa e só ter como preocupação na vida, se o horário da limpeza de pele não foi o mesmo marcado da minha drenagem linfática! E nem venham me taxar de fútil, de dondoca, porque vocês( pelo menos a maioria)não me conhece e não sabe de como já batalhei e batalho nessa vida! Essa vida, de total dolce far niente, seria mais do que merecida( pelo menos, EU acho que mereço sim..rs).

E eu ganhei exatos R$19,73! Mas ganhei!! Eu, cujo único sorteio até então ganho, foi o de síndica do meu prédio( se é que alguém possa chamar isso de SORTE...)cuja escolha teve que ser assim porque NINGUÉM queria assumir o pepino! Mas agora a sorte sorriu, um sorrisinho meio de lado, com um muxoxo, mas deixa estar, que eu vou continuar acreditando que um dia ela me sorrirá e muito! E nem venham também com os velhos chavões que "dinheiro não traz felicidade" que eu respondo com outro que " manda buscar"! rs

Eu agradeço diariamente por tudo que eu já consegui nessa vida, sei que tenho uma vida abençoada, que tenho meu teto, minha comidinha na geladeira e acima de tudo, tenho a minha benção maior, que é o Luca. Agradeço e muito! Mas não é por isso, que vou deixar de sonhar , não é?

E para ilustrar, aí vai o comprovante!

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Espertamozóides


Há uns dois anos( nem vem dizer que faz muuuito tempo, hein,Lomyne? rs), meu filho que na época estava com 6 prá 7 anos , chega com um Para Casa( que eu chamo de Para Mamãe) para ser feito, de Ciências, sobre Reprodução.Era bem basiquinho, mas mesmo assim fui consultar o livro para ver o que havia sido ensinado.Então tava lá a nossa velha conhecida abelhinha, depois uma florzinha com a borboleta, um macaquinho e por último, um corte longitudinal numa mulher, com o bebê na barriga. E a "explicação" que o bebê era fruto do encontro do "espertamozóide" ( o Luca só conseguia pronunciar assim, o que não deixa de estar correto, porque geralmente o mais "esperto" ganha a corrida, né?) com o óvulo. Bom, aí ele vira prá mim e pergunta: Mas,mamãe, como é que o espertamozóide faz para encontrar com o óvulo?Aí, imaginem a minha cara...Viro prá ele e pergunto : até aonde a professora ensinou? No que ele responde : Ah, ela parou na borboleta! (Pensa rápido, Lilian, o que vc vai dizer?) e ele insiste : e daí, como é feito esse encontro?( resolvo contar a verdade!) E disse: bom meu filho, o papai coloca o pipiu na xoxota da mamãe e o espermatozóide sai e vai procurar o óvulo. Vocês não têm idéia do NÃÃÃÃÃÃOOOOO!! Isso NÃÃÃÃÃÃOOOO pooooode!! que eu ouvi. E ele ainda completa : mas porquê ele não colocou no seu braço??!! E eu, iluminada na hora, respondi : mas meu filho, se o encontro é para formar um bebê, como é que a mãe ia conseguir isso, no braço? Não iria caber, né? Ele imaginou a "barriga" no braço, viu que não ia caber mesmo, concordou, se deu por satisfeito e terminamos felizes o para casa.
Quando fui me deitar, minha ficha cai : cacete, esse menino vai chegar na escola amanhã e vai contar para TODOS os coleguinhas o que a (louca da ) mamãe lhe explicou!Tô fu e mal paga! Mas a semana, por obra e graça do Bom Deus, transcorreu tranquilamente e até fui chamada na escola, mas para a reunião trimestral, onde óbvio, o assunto de todos os pais foi o mesmo, o da saia justa que tivemos que passar!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

A vingança é um prato que se come frio... rs


A amiga que comentei "en passant" ( coisa de viado isso, né?) no post sobre malhação dentro do ônibus( nem vou linkar, tá logo abaixo, deixa de preguiça, vai lá ler!)além de fisioterapeuta, era(é) cantora. E por gostar de música, veio a conhecer uma porção de músicos,que na época, ainda desconhecidos. Mas ela fazia um ótimo trabalho de divulgação deles aqui em BH e por causa dela, Paula e eu fomos parar em lugares, digamos, alternativos e estranhos( algum até mesmo perigoso!aff), para ver (ótimos) shows dos tais desconhecidos( de novo, desconhecidos na época e isso já tem bem uns 15 anos , ou mais).
Um desses desconhecidos( na época, de novo) morava em São Paulo e aproveitando que eu ia para lá ver minha irmã, essa minha amiga me pediu que eu levasse um "pacotinho"( imaginem o tamanho...) para ele. Levei, na boa. Chegando em São Paulo, liguei para ele, dizendo da encomenda que estava comigo e ele ficou de ir buscar. Não senti muita firmeza no "vou buscar" depois que ele soube que onde a minha irmã morava era do outro lado onde ele morava. E isso prá São paulo, significa ser MUITO longe.. Bom, como eu já esperava,ele não apareceu durante os 4 dias que por lá passei e na véspera de ir embora( ainda ia dar uma passadinha no Rio, onde tenho outro irmão) liguei de novo, dizendo que estava de partida( afinal, eu queria me livre da encomenda). Ele aí perguntou como eu ia embora. Como era época de vacas macérrimas( hoje, minhas vacas só estão magras, mas naquela época, eram pele e osso, coitadas!) disse que estava indo de ônibus e que ele sairia da Rodoviária do Tietê. Ele então se animou de ir lá buscar , já que ficava muito mais próxima da casa dele a Rodoviária do que onde eu estava. Aí, eu disse o horário de saída do meu ônibus e ele ficou de aparecer por lá uns 20 minutos antes.
No dia seguinte, fui eu para a Rodoviária, arrastando mala e o tal do PACOTE, que não pude despachar, porque, afinal, seria entregue ali mesmo, na plataforma de embarque. Nem preciso dizer que ele NÃO apareceu e eu fiquei com aquele PACOTÃO na mão, que com muito custo eu consegui colocar no bagageiro de cima, já que o debaixo estava fechado , o ônibus saindo e eu lá, com cara de "espera mais um pouco". Não era uma mala sem alça, mas deu trabalho o tal do pacote. Porque teve que ir comigo pro Rio, voltar para BH e depois eu ter que arrumar um jeito de o devolver à dona.
Quando eu devolvi o pacote, disse prá minha amiga que um dia ele ia ser conhecido e que eu comentaria com todo mundo, o bolo que ele me deu na Rodoviária do Tietê. E é o que agora eu estou fazendo! A figura se chama Zeca Baleiro e bem que ele poderia me fazer o favor de fazer uma versão do "Por onde andará Sthephen Fry?" adaptada por "Onde andará a Rossana?" que nunca mais eu vi e de quem tenho muita saudade!
Ah! um outro "desconhecido" da época era o Chico César, cuja música "Mama África" conhecemos antes , pela voz da Rossana (e em fitas cassetes na voz do próprio), num dos muitos shows que assistimos! Bons tempos!

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Malhação

Pois bem, não sou muito "chegada" em malhação. Até já fiz muita, mas hoje em dia, confesso, não movo uma palha nesse sentido. Mas semana passada eu achei uma forma de fazer num local que muitos diriam ser inapropriado. É, meus caros, dentro do ônibus, que no meu caso é o famigerado, 20!
Peguei o 20, aqui na porta do trabalho e, como sempre, o bichinho tava lotado. O motorista, como sempre, dirigindo feito um louco, porque dizia estar atrasado e daí, tome correria! O único jeito para não cair, era a gente se agarrar firmemente no "bagageiro"( eu contei que muitos não têm aquele ferro em cima, para a gente segurar, né?). Daí, que me lembrei de uma amiga querida, que trabalhou há uns tempos comigo e que é fisioterapeuta e que dizia ser o ônibus, também um local onde a gente podia colocar os músculos para trabalhar. E assim eu fiz. Encaixei o quadril( tava cheio, não dava prá ninguém ver o meu bumbum espremido), flexionei levemente os joelhos( para não ferrar ainda mais minhas doloridas articulações) , contraí a musculatura da barriga ( eu devia estar rídicula, mas, novamente, o ônibus tava cheio e ninguém me via)e a cada curva, fazia exercícios para os braços. E não é que FUNCIONA?! No dia seguinte senti que meus bíceps haviam renascido( doíam prá dedéu) e idem os músculos da minha coxa e bumbum !
Só preciso arrumar agora uma maneira de exercitar os tríceps, sem parecer uma louca ...
Alguém aí tem alguma sugestão??

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Casa Cheia e Fim de semana "agitado"!


Então, eu pouco saio ou faço algo nos fins de semana. Mas esse que passou, fui a um aniversário no sábado e ontem, eu preparei um almoço de dias dos Pais,para homenagear o meu PAI, meu irmão( que é pai) e a mim( ueba!), que sou PÃE ou MAI, como queiram.


Como eu tinha ido dormir tarde por causa do aniversário( que por sinal, estava ótimo!), acordei bem depois do que gostaria, para começar a função na cozinha. Mas consegui e estava tudo sob controle, até saber que meu irmão estava levando os filhos dele também.Entrei em pânico, porque a minha sobrinha não come praticamente nada e o que eu sei que ela come, eu não tinha em casa( nuggets). A única "coisa" que eu tinha e que ela quis, foi salsicha para cachorro quente que eu tinha algumas congeladas. E que fui descongelar correndo, porque eles chegaram com o meu almoço já pronto e meus pais, morrendo de fome, como sempre!E nem sei o porquê que eu perdi meu tempo, porque ela mal tocou nas ditas cujas e ciscou um pouquinho de arroz para depois, aí sim, detonar um pacote de batatas chips, que lembrei ter no armário. Olha, meu filho como mal prá dedéu, com pouca fruta/legume/verdura ,mas se alimentar de "luz" como definiu o Vavá que tem um filho com o mesmo "problema", ah, isso não! Eu ia pirar se assim o fosse.


Mas o motivo do post nem era para questionar a dieta da minha (linda!) sobrinha, mas sim falar de como eu gosto da minha casa.... vazia! rs


É ótimo receber os meus ( pais, irmãos, amigos), eu adoro! Mas gosto demais quando estamos só eu e meu filho. Egoísmo? Não, é só porque eu gosto da tranquilidade, da paz quando ficamos nós dois. Eu já falei sobre a minha casinha aqui, do tanto que ela me é querida e do quanto foi sonhada. Por essas e outras eu adoro ficar em casa, curtir meu canto em cada canto dela .E ela é do tamanho ideal (sem ser de "pau a pique e sapé"...antigo isso!! rs) para meu filho e eu ,ou seja, pequena. Então, mais do que 2 pessoas, para o espaço da minha casa, já é uma multidão! E gosto e quero mais é sossego.


Mas para não me taxarem de reclamona sem motivo( ou motivo justo, o que não é o caso), vou parar por aqui. Foram só umas 3 horas e, como estou aqui, tá na cara que sobrevivi à "multidão invasora" de ontem!
Ah, e esse é o desenho da primeira tatuagem que fiz, que além de significar VIDA, achei lindo, porque tem um formato de uma casinha, que na época que eu fiz, ainda não tinha, mas acabou se tornando minha!

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

E por último, os filmes! aff

E agora, terminando o meme do Vavá, os filmes que eu levaria para uma ilha deserta. Não vou muito ao cinema, normalmente pego em locadora, mas faz muito tempo que não vejo nada muito "adulto", porque tenho visto mais filmes adequados à faixa etária do Luca, para vermos juntos.
Aí, dei tratos à bola, para ver quais os filmes ( antigos, todos) que se por um acaso eu vejo que está passando em algum canal, eu páro e revejo. E são eles :
1 -Dirty Dancing ( mais pela trilha sonora, que eu amo!)
2 -Notting Hill
3 -Retratos da Vida
4 -A Cor Púrpura( choro demais com esse filme! do início ao fim.. aff)
5 -Embalos de Sábado a Noite ( de novo trilha sonora e pelo momento legal que estava passando nessa época e que me recordo até hoje)

Listinhas do Vavá - os Discos!

A listinha agora dos meus discos.Muito complicado isso, porque existem músicas que eu adoro e que fazem parte de um disco que nem sempre é todo ele que valha a pena, para colocar então na listinha. Nesses 5 abaixo, todas as músicas eu gosto e muito. Estão em ordem alfabética, porque gosto e ouço todos, sempre, sem preferência :
1-Abbey Road - The Beatles
2-America's Greates Hits - America
3-Dark Side Of The Moon - Pink Floyd
4-Hell Freezes Over - Eagles
5-The White Album - The Beatles
São esses então!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Corroborando o post de ontem...


-Ah, mamãe, olha só o que fiz na aula de artes hoje!

- Nossa meu filho, que lindo, obrigada!

- Sabe, era para fazer para os pais, mas o papai não está muito interessado em receber e nem vai vir só para isso, né? Então fiz para você!

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Carta Aberta a um "pai"

E esse próximo domingo é dia dos pais.
Eu tenho um filho, lindo, que foi extremamente desejado e que é extremamente amado. Mas, infelizmente para ele, esse amor ele só tem do "lado" de cá, o meu. E por isso, foram inúmeras as vezes que eu me culpei pela "má escolha" desse pai, até cair em mim, que a "culpa" do pai ser como é, não é e nem nunca foi minha. Aliás, vou ser mais justa. Até há 2 anos atrás, ele era sim, um pai maravilhoso, presente física e emocionalmente. Mas agora, não é mais assim. Infelizmente para o meu filho, o seu pai, não está sabendo honrá-lo como merece, não está sabendo ser o PAI que ele precisa, porque ele não o respeita como filho. E filhos merecem todo o nosso RESPEITO, não só AMOR.
E só eu sei o quanto está doendo ver esse filho chorar todas as noites,inclusive a noite passada. Vê-lo chegar de mansinho na beira da minha cama, chorando e reclamando de saudade que ele diz ser por "mim" e que depois, quando se acalma um pouco comigo o ninando, vir me contar casos de quando o pai era presente e o que eles faziam juntos e que "era muito bom, mamãe". Ou seja, a saudade que ele sente não é por mim. E isso dói muito, muito mesmo. Porque nunca imaginei que essa minha pessoinha amada um dia na vida ia ter que sofrer por uma causa dessa.
E esse próximo domingo é dia dos pais. Mas será que esse pai vai lembrar que tem um ser querido, morrendo de saudade dele, precisando da sua presença? Infelizmente eu tenho certeza que não. Não vai lembrar da forma como deveria, que o fizesse ter força para fazer o filho ser respeitado e que por isso mesmo, digno de uma visita( apesar das brigas que ele poderia ter em casa, caso insistisse em vir vê-lo). Força para ver que tudo o que eu fiz foi em nome E pelo nosso filho,para preservá-lo e pelos direitos dele , que não foi nada para mim.
E esse próximo domingo é dia dos pais. Quantas vezes eu já não rezei pedindo que esse amor que o meu filho sente pelo pai, vá aos poucos diminuindo para que ele não sofra tanto assim com essa ausência prolongada. Mas eu sei que isso só com o tempo. Porque a cada dia, o meu filho amadurece mais, questiona mais e essa "promissória" o pai não vai ter como resgatar no futuro.
E esse próximo domingo é dia dos pais. E eu aproveito para desejar ao meu PAI, esse sim PAI com todas as letras maiúsculas, que Deus continue lhe dando saúde, a alegria de viver e que possamos tê-lo conosco, no mínimo, o tempo que a mãe dele aqui ficou, até os 102 anos! Amém!

As listinhas do Vavá

O Vavá me passou um dever de casa, que seria fazer listas de 5 livros, discos, filmes, caso eu fosse parar numa ilha deserta( nem sei porque cargas d´água eu iria parar numa, já que nessas Minas Gerais, ilhas, só fluviais e lonfe de BH...rsrs... mas vai que eu viajo, né?). Aí eu respondi que escolher 5 discos será complicado( como escolher só 5 dos Beatles e mais de um monte de gente que eu amo?) e mais ainda ,será complicadíssimo, escolher 5 livros.

Vamos tentar começando pelos livros, que confesso, estar optando pelos GRANDES, literalmente :

- Médico de Almas e Homens - Taylor Caldwell

- Darkover( se valeu As Brumas, vale a série de Darkover) - Marion Zimmer Bradley

- A Bicicleta Azul - Régine Deforges( trilogia também... rsrs)

- Os Catadores de Conchas - Rosamunde Pilcher

- Vale Tudo : Tim Maia - Nelson Motta
Depois eu venho colocar os discos...
Bjs
PS : Evandro,como sou nova no "pedaço" e com (tomara que por enquanto!) poucos amigos virtuais, não tenho como indicar 5 novos participantes, ok? Mas quem sabe num futuro?

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Uma explicação...

E eis que recebo hoje um post do Vavá me cobrando novas postagens e passado um "dever de casa"( que eu já disse que vai ser umas das tarefas mais complicadas!)... Só que eu, já há algum tempo, ando em crise...Auto-estima no pé, sem grandes vontades, até para reagir. Escrever o quê ou sobre o quê se a minha vida anda uma pasmaceira só? Nada muda, nada de novo de significante acontece. Ok, eu comecei o blog, dizendo que não havia de minha parte, grandes preocupações em escrever sobre temas profundos, de conteúdo. Mas também parar, vir aqui e escrever um monte de coisas, só pelo simples fato que TENHO que escrever algo, não acho legal. A proposta era escrever sobre "abobrinhas", mas que elas tivessem pelo menos um recheio nem que fosse de "carne moída" mas meu cérebro é que anda moído ultimamente.
Tirei uns dias(8!) de férias em julho, para poder me dedicar ao meu filhote. Mas , como sempre ,só não vim ao trabalho, porque fiquei em casa, mas trabalhando( até averbar contrato de empréstimo de funcionário eu tive que fazer em casa! Ninguém merece!).Além disso, por causa desse clima seco, tive bronquite, que me tirou e vem me tirando o meu(pouco) sono, já que a tosse persiste e insiste(marquei hoje consulta com um médico para a próxima quarta-feira, já que a infeliz, dessa vez, não tá querendo ir embora por si só.)Mas pelo menos dediquei a maior parte de tempo desses dias para o meu filho,por quem eu tive que aprender a jogar video games ( só corridas de automóvel e que me deixam zonza! para os outros eu não tenho coordenação motora e nem consigo entender os objetivos. é demais para a cabeça dessa - jovem - senhora... rs) para fazermos juntos algo que ele gosta demais!E vê-lo com a carinha mais feliz do mundo porque a mamãe tá com ele, me fez e faz muito feliz também.
Então é isso e esse o motivo do meu sumiço. Conversando com a Paula hoje mais cedo( que bom que vc voltou, nêga!)ela me dizia que preciso reagir. E ela sabe que eu quase caio mas que sempre levanto. E não vai ser diferente dessa vez. Em breve estarei no meu "normal" e aí sim, me sentirei mais à vontade para escrever minhas abobrinhas e com recheio!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Quem viver, verá!

Eu tô merecendo o Troféu Espanador que a Lomyne criou, porque há dias não escrevo nada novo. Confesso que tenho um certo temor em sair escrevendo um monte de bobagens, porque até hoje só li, com raríssimas exceções, coisas boas por aqui. E não é porque o meu blog não tem a intenção de tratar de assuntos sérios, que bobagens serão aceitas, né? Meu auto senso crítico é feroz!
Mas aguardem, porque na semana que vem estarei curtindo umas merecidas férias( tá bom, não são bem umas fééérias, porque serão só 8 dias... aff) e quem sabe, de cabeça renovada não saia nada que eu não tenha vergonha de postar? Quem viver, verá!

quinta-feira, 3 de julho de 2008

O 20!

Eu tenho dois problemas sérios. Um é acreditar que meço 1,50m e peso 42 quilos o que me faz ter constantemente marcas roxas pelo corpo, por tentar passar em espaços que definitivamente não me cabem. E outro, acreditar que sou muito rica, que nasci para ter um motorista ( e consequentemente, eu não dirijo... não nasci para isso, lembram?) e por tudo isso ,abominar andar de ônibus.Mas é fantasia da minha cabeça, claro!
Por não dirigir e por não gostar de andar de busão, procurei sempre morar perto do meu trabalho, para quando os momentos de dureza aparecerem( e são muitos, aff!!) eu poder ir e voltar a pé mesmo, já que o táxi estará proibido para mim.Acontece que no ano passado eu, finalmente,resolvi realizar o meu sonho( e de 99% dos brasileiros) e parti para comprar minha casa própria. Procura daqui,dali, tudo por perto do trabalho e nada de achar.Acabei achando um, a minha cara, do jeitinho que eu queria e que cabia no meu bolso,só que num bairro mais afastado do que até então eu estava acostumada. A corretora quando foi me mostrar e sabendo que eu dali em diante iria precisar me locomover de busão, me contou que existia uma linha SUPLEMENTAR, que passava muito perto da minha nova morada e que ia me deixar na porta do meu trabalho. Pensei comigo, "tô no céu de pé de fora"!Porque a gente pensa que algo SUPLEMENTAR seja como um brinde, como um caderno de literatura, ou moda, ou do bairro, de um jornal de grande circulação.Triste engano o meu... O tal do S(uplementar) 20 é uma caixinha de creme de leite, mínimo mesmo, que vive lotadíssimo e que só é confortável para quem consegue sentar( o que no meu caso,só não é mais raro, porque "marquei" a cara de alguns usuários, sei o ponto que eles descem e se entro no 20 e vejo algum desses,fico por ali, pertinho, pronta pro bote!). E além de sempre andar lotado nos períodos de férias escolares ( e ninguém dos "órgãos responsáveis" andou nele até hoje para ver que o que menos tem lá dentro é estudante...)piora, porque ele passa a circular meio mês em horário "alternativo" e na outra metade, em horário de férias. Isso significa dizer que o intervalo entre um e outro aumenta em 10 ou 15 minutos, o que faz a quantidade de pessoas esperando por ele em cada ponto, aumente 10 ou 15 vezes mais. Ou seja, se você conseguir entrar, prepare-se para uma aventura, porque além de não ter lugar direito para segurar( exceto a borda do bagageiro(prá quê um? não sei...))os motoristas são uns loucos, que ganham pela quantidade de gente que colocam lá dentro e por corridas, ou seja, se ele consegue ir e vir mais rápido, consegue ganhar mais.
Mas, como não adianta reclamar ( já tentei e recebi respostas do tipo "vamos estar averigüando") o jeito é lembrar que , se eu sou obrigada a utilizá-lo, é porque eu me mudei e que hoje moro na MINHA casinha, fofinha, cheirosinha e queridinha e que meu sonho realizou!É por uma boa causa!

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Piegas

Quantas vezes não recebemos e-mails com mensagens melosas, que dizem que devemos valorizar o HOJE, arrumar tempo para nós e nossos queridos e acabamos por achar que aquilo é um monte de bobagem e que é coisa de quem não tem o que fazer e que pode ficar horas na frente de um computador formatando um texto em PPS ENORME e mal começamos a ler, fechamos? Pois é, não é não.Comprovei isso hoje. Faz pouco mais de um mês, um amigo querido, Floriano Flores Filho( nome lindo e poético, né?) de longa data e que graças à internet e outra amiga antenada eu acabei redescobrindo, me chamou para um papo no messenger. Acontece que isso foi numa época do mês quando eu não tenho tempo nem de ir ao banheiro ( e por isso já tive até infecção urinária...) e acabei por dizer que naquele momento eu não tinha tempo para falar com ele. E hoje, essa mesma amiga que me ajudou no redescobrimento, me chama e diz que ele havia morrido, nessa madrugada... ô remorso, viu? Então, vamos sim valorizar o HOJE, carinhar muito aos que nos são queridos, porque é chavão mas, o "futuro, a Deus pertence" , mesmo...

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Eu fico aqui pensando...

Antes de ter esse blog, eu havia sugerido à Paula, outra amiga blogueira(Depois de Segunda? É terça!) que fizesse um post sobre esse assunto. Graças a Deus ela não o fez, porque assim eu tenho assunto! Então vamos lá.
Eu moro numa rua quaaaase plana, o que para Belo Horizonte e o bairro onde moro especificamente, chamados por minha mãe de "terra dos cabritos" devido à quantidade excessiva de morros, é uma benção!
Então, essa minha rua além de ser quaaase plana, tem do seu lado direito de quem está indo para a minha casa, uma matinha, pequenina, mas muito lindinha, cheia de árvores e com até alguns miquinhos (ou seriam ratazanas? sei lá, estava sem os óculos quando vi aqueles bichinhos correndo e se escondendo no mato...). Bom, isso tudo é um convite para os adeptos de uma boa caminhada, que são muitos, de lá prá cá, o dia todo e até tarde da noite.
E normalmente, no horário que saio para trabalhar e encarar o 20( que outro dia falarei sobre ele), são sempre as mesmas pessoas que por lá eu cruzo, todas as manhãs.
Tem um casal muito interessante, por se ele um gordinho que teima que pode usar um shortinho de nylon curtinho ,daqueles que os jogadores usavam na copa de 70 (aff, denunciei minha idade...mas, dane-se!) e que ele não deveria usar porque as gordurinhas entre as coxas não ficam legais balançando e ela, beeem magrinha e usando calças de moleton enoooormes( que devem ser do marido gordinho).Tem uma senhora que caminha usando um bobs na franja( meu Deus, devia ser passível de multa quem sai na rua usando bobs!).Tem um outro casal mais idoso,que outro dia virou pro meu filho e disse: "eu te conheço, você é aquele garoto que fica na varando dando tchau para sua mãe todos os dias". Tem uma outra que corre feito uma louca e mais e mais e mais. Mas de quem eu queria falar mesmo é de uma senhorinha, que é BEM senhorinha mesmo. Ela deve ter 80 e muitos anos. Pois bem, essa senhorinha faz as caminhadas dela, com passinhos curtinhos e com lindos fones de ouvido azuis! E eu sempre fico curiosa em saber o que ela está ouvindo.Será que ela ouve música, notícia? Se é música, de que tipo ela gosta?
Pensando nisso,me peguei a imaginar na idade dela ( caramba,não posso esperar tanto, para começar a me mexer!) e a pensar qual vai ser a trilha sonora que vai embalar minhas caminhadas quando aos 80 eu chegar.Eu me lembro que quando eu era criança, pessoas de 50 anos eram MUITO velhas e pessoas "velhas" só ouviam música de "velhos".Mas as coisas mudaram e eu vejo meu pai, no alto dos seu 76 anos, curtindo muito até hoje, Beatles e afins. Outro dia, estávamos na casa deles( do papai e da mamãe ) e enquanto conversávamos na sala de jantar, meu pai, sentado na sala, assistia a um show da Tina Turner que meu irmão caçula levou para ele. E isso com direito a perninha e cabecinha balançando no ritmo!
E aí que eu tenho certeza que a trilha sonora que me embalará, deverá ser a mesma que me embala hoje( não vivo sem um fundo musical!) e que vai sempre aumentando, porque procuro sempre me atualizar, "descobrir" novos cantores/cantoras/bandas , músicas e mais músicas !

Da razão do nome

O nome,”Diprofundis... nadis” foi uma sugestão de um amigo (blogueiro de longa data, o Vavá , do Anexo sem Nexo). Ele adaptou a idéia do nome que eu queria, uma vez que descobri que ele já tinha “dono”. E eu pensei nesse nome pro meu blog,pela minha falta de pretensão em escrever coisas, ou muito “profundas”( por isso os comentários, caso existam, serão chamados de “pires”, uma alusão àquela piadinha de criança, do "tão profundo quanto a um pires".. horrível, isso...), ou de cunho intelectual, ou com longas análises comportamentais ,etc. e tal.Vou usar o espaço então para escrever o que me der na telha.

O visual que escolhi é de um pretinho básico,porque vocês sabem que preto emagrece e vamos começar pelo menos por algum lugar...