sábado, 23 de agosto de 2008

Dando Asas


E eis que nossos filhos vão crescendo e com isso, querendo voar e sozinhos. Acabei de chegar da rua, onde fui deixar meu filho, numa festinha de aniversário de uma coleguinha de escola. Tenho que buscá-lo, pelo convite que veio, à meia-noite,mas já avisei que no máximo, por volta de 11 horas tô lá prá buscá-lo. Tempo mais do que suficiente para ele brincar sossegado, longe dos meus olhos e prá que eu morra de "agonia" por não tê-lo nesse mesmo raio de visão.

Foram inúmeras as recomendações (as visando comportamento, como "comporte-se , não avance na mesa de docinhos como se nunca tivesse visto um brigadeiro na sua frente antes,seja educado, fale com as pessoas" e as de medo, como "não saia do local da festa, não vá em nenhum canto com algum adulto que vc não conheça, etc, etc, etc...) para alguém que me olhava se achando muito "adulto" no alto dos seus 9 anos e que ainda virou prá mim e disse: tá achando que eu sou bobo, mamãe? Não, a mamãe não tá achando que vc é bobo, só tem certeza que vc não conhece e não sabe, ainda , de 1/1000 das maldades que existem por aí.

Mas dar essas asas é necessário e faz parte do crescimento dele. A carinha dele, de felicidade, vai valer a minha aflição em deixá-lo só, longe das minhas asas, mas confiando que o anjinho dele, que também tem suas asas, vá protegê-lo, até a hora de tê-lo comigo, em nossa casa. Amém!

6 comentários:

Anônimo disse...

As vezes o trivial é de uma profundeza abissal.
Ah! o latim! Dá um pulo lá na PANACEA MUSICALIS. Esse fds tá meio matinê!

Ricardo André disse...

Olha a esmola aê... As vezes o trivial é de uma profundeza abissal.
Ah! o latim! Dá um pulo lá na PANACEA MUSICALIS. Esse fds tá meio matinê!

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,Linda

Que bonitinho!Eu fico imaginando que educar um filho na atual época deve ser muito difícil,pois é necessário liberdade e muita vigilância.
Que Deus lhe ajude a encontrar a medida certa para dar ao Luca a educação que faça dele um homem de verdade!

beijão

Lilian Devlin disse...

Obrigada meu querido Bruno(Leo), pelo carinho de pedir ajuda a Deus para que ele me ilumine nessa difícil tarefa de educar um filho ( e sozinha!). E ele será sim, um grande homem, eu tenho fé!
Beijão procê.

Lomyne disse...

Pois olhe, moça, que se seu filho ainda vai a festas para brincar está tudo bem... Daqui a pouco ele entra naquela fase de ir à festas para ficar encostado na parede olhando as meninas cochicharem... Já pensou nessa?

Lilian Devlin disse...

Lomyne, não gosto de sofrer antes que a coisa aconteça, de verdade.
Mas eu sei que esse dia chegará e que a volta dele para casa não será comigo e acontecerá MUITO depois de meia-noite. Vou pagar o que fiz à minha mãe e com juros! rsrs