sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Mulherzinhas


Tem uma moça que pega ônibus pela manhã no mesmo ponto que eu que é um típico exemplo( se bem ela é um "pouco" over demais)do que Paula e eu definimos de "mulherzinha". E ser "mulherzinha" significa ser bem arrumadinha, enfeitadinha, dengosinha,maquiadinha, e todos os mais "inha" que couberem para adjetivar uma mulher vaidosa. Fora o lado da fragilidade ou pelo menos fazer com que acreditem que somos mais "frágeis" e que precisamos de quem cuide da gente. Essa coisa de ser independente demais muitas vezes assusta e espanta, se é que vcs estão me entendendo! rs
Essa "mulherzinha" hoje estava assim : arquinho prateado com duas borboletas "enfeitando" o cabelo que estava cuidadosamente penteado , sem um mísero fio fora do lugar e para isso a toda hora ela checava no espelhinho, blusinha branca de babadinhos e calça comprida roxa. E um detalhe que achei o máximo, as unhas do pé pintadas no estilo francesinha! aff!!(E nem venham me dizer que sou fofoqueira, que fico na rua observando para depois malhar os outros, porque vai ser uma inverdade! Com uma figura dessa pela frente qualquer um teria notado! rs Ainda mais porque as bochechas estão sempre um tom acima do que seria considerado um rosado natural... haja blush! rs). E aí eu pensei com os meus botões e lembrei que Paula e eu até combinamos um tempo atrás de sermos um pouco mais mulherzinhas. Apesar de hiper/mega amiga da Paula, faz um bom tempo que não a vejo ao vivo e a cores, apesar de nos falarmos quase que todos os dias. Então eu não sei se ela colocou em prática os planos de transformação. Mas posso dizer que EU não coloquei( snif, snif... rs). Saí de casa com uma básica camisa branca , calça jeans , sandálias ( pelo menos, são altas)e de cara lavada.Se eu chegasse na casa da minha mãe hoje, ela mais uma vez falaria ... "minha filha,uma 'moça' não pode sair assim, sem nem um pretinho nos olhos!"( vaidosíssima essa Maria Helena, minha mãe!) E ela tem razão. Preciso redescobrir esse meu lado de mulherzinha, voltar a ter vontade de me enfeitar, de me sentir bonita( xô, sai fora baixa auto-estima!). Não prá sair por aí com arquinho de borboletinha na cabeça, mas para soltar os cabelos que vivem presos num rabo de cavalo( eita calorão!), passar o tal pretinho nos olhos, voltar a ser como um dia eu já fui. Acho que essa coisa de criar filho sozinha, correr atrás todo santo dia do suado dindim e fazê-lo durar mais do que os primeiros 10 dias do mês, ter que dar conta de tudo sem poder contar com(quase, tenho amigos, graças a Deus!) ninguém, acabou por me "endurecer" demais e abrir mão da minha vaidade.É muito complicado isso. Mas hei de conseguir, apostem. Há um tempo atrás reencontrei um amigo que não via há anos e ele vendo meu celular, que é branco e vermelho disse assim :" você, hein Lilian, sempre gostou dessas frescurinhas, sempre foi meio peruinha" . Então, essa é a prova de que se eu já fui, conseguirei voltar a ser!

7 comentários:

GREICIANE CARLA disse...

Calma , Lilian, acho que você já está redescobrinho esse seu lado de "mulherzinha" , aquele blush italiano (chiquérrimo) que você já encomendou,pode demonstrar isso!
Daí é só soltar os cabelos,passar um pretinho nos olhos, pronto.Já tá arrasando!!!!!!!!!!!!

Paula disse...

Humm, sou super mulherzinha. Outro dia quase comprei esse arquinho com uma borboleta, mas ai achei que ia ser demais...

beijos

David disse...

Acho importante a mulher se arrumar, ser vaidosa, mas também não pode se transformar numa bonequinha de porcelana intangível...

P.Winter disse...

Oi,Lilian

Ah,mulher tem que ser sempre "mulherzinha"...é isso que as fazem tão lindas !!

Bjs

Marcelo disse...

ACho que eu sempre fui um homem diferente. Sempre me chamou a atenção mulheres que capricham nos detalhes. Quando você falou da unha do pé francesinha eu ri... Minha esposa sempre me pergunta como eu acho que a unha deveria ser feita e qual a cor, Aí eu sugiro.. rs Sugiro cor de cabelo e corte também...
E desde pequeno (acho que porque minha avó era uma mulher muito vaidosa) eu passei a atentar para as pequenas coisas que compõem uma mulher.
Abs

Maldita Futebol Clube disse...

Não precisa ser boneuinha d porcelana, mas estar bem arrumadinha é bem gostoso pra quem vê!Mas, como és gat...e meiga, e gentil e super gente boa, além de uma baita escriotora do cotidiano, você tem que ser o que você é sem mexer uma palha disso quem gostar que goste, assim como eu a admiro muitos tb o farão...tava sumido, mas to aqui ó ó ó ó ao seu ladin de profundis nadis...mas tô aqui, beijão estalado na ponta do bnariz

Dedinhos Nervosos disse...

Às vezes a gente esquece de se olhar melhor no espelho e colocar um ou mais detalhes por vários motivos. Mas isso não é mto complicado de voltar a acontecer. Eu sempre fui meio termo no dia a dia, mas desde o ano passado venho me cuidado mais. E tô gostando :o)
Bj.