quarta-feira, 2 de julho de 2008

Piegas

Quantas vezes não recebemos e-mails com mensagens melosas, que dizem que devemos valorizar o HOJE, arrumar tempo para nós e nossos queridos e acabamos por achar que aquilo é um monte de bobagem e que é coisa de quem não tem o que fazer e que pode ficar horas na frente de um computador formatando um texto em PPS ENORME e mal começamos a ler, fechamos? Pois é, não é não.Comprovei isso hoje. Faz pouco mais de um mês, um amigo querido, Floriano Flores Filho( nome lindo e poético, né?) de longa data e que graças à internet e outra amiga antenada eu acabei redescobrindo, me chamou para um papo no messenger. Acontece que isso foi numa época do mês quando eu não tenho tempo nem de ir ao banheiro ( e por isso já tive até infecção urinária...) e acabei por dizer que naquele momento eu não tinha tempo para falar com ele. E hoje, essa mesma amiga que me ajudou no redescobrimento, me chama e diz que ele havia morrido, nessa madrugada... ô remorso, viu? Então, vamos sim valorizar o HOJE, carinhar muito aos que nos são queridos, porque é chavão mas, o "futuro, a Deus pertence" , mesmo...

2 comentários:

Lomyne disse...

Pense numa outra coisa, moça: não foi por causa de um dia que você não pôde conversar que ele deixou de gostar de você. Com certeza te levava no coração...

Rittner M. disse...

Nesse aspecto sou muito BUddha:

Viva (e esteja aqui) no momento presente.

Estamos onde deveríamos estar, e se não estamos no lugar certo, corra pra lá! Tá esperando o quê?

Bjs